.

Departamento de Geologia

da Faculdade de Ciências de Lisboa

 

 

Faculdade de Ciências de Lisboa (FCUL)

 

 

Universidade de Lisboa

 


  

Este projecto teve o precioso

apoio logístico no terreno do:

 

Centro de Arqueologia de Almada


.

Carlos Marques da Silva

.


.

Contacto correio electrónico / e-mail

.


.

Dados biográficos

.


.

Bibliografia

.


.

Paleontologia no GeoFCUL

.


.

Materiais de divulgação da Paleontologia

.


.

Temas de Paleontologia

 

Índice / Introdução

 

O que é um paleontólogo?

.

Fóssil

.

Fóssil vivo

.

Fóssil índice

.

Somatofóssil

.

Icnofóssil

.

Paleontologia

 

Tafonomia

.

Paleobiologia

.

Micropaleontologia

.

Moldagem

 

Mineralização

.

Geodiversidade

.

Dinossáurio ou dinossauro?

 

Clypeaster

.

Carcharocles

. 


.

Fósseis em Almada

.

Home / Introdução

 

1 - Fósseis de Nerinea

.

2- Fósseis de Exogyra

.

3 - Fósseis de rudistas radiolitídeos

 

4 - Fósseis de corais

.

5 - Ameaças à geodiversidade

.

6 - Fósseis de rudistas caprinídeos

.

7 - Fósseis de Multiptyxis

 


 

Fósseis, Fóssil, Paleontologia

Portugal, Almada, Capitão Leitão

Cidade, Paleontólogo, Estudar Paleontologia

Escola secundária, Ensino básico

Paleontólogo, Ensino secundário

Divulgação, Conservação

Natureza, Geodiversidade,

Ameaças à Geodiversidade,

Grafitos, Graffiti

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Paleontologia e Geologia urbanas em Almada          

 

 

Poluição visual

 

 

por Carlos Marques da Silva                                                                

 
 

 

.

.

Ameaças à geodiversidade em meio urbano.

 

A geodiversidade - em geral - pode ser entendida como a variedade (a diversidade) de elementos e de processos geológicos, sob qualquer forma, a qualquer escala e a qualquer nível de integração.

 

São elementos da geodiversidade, entre outros, as rochas, os fósseis, os estratos geológicos,  os solos, os recursos minerais, o petróleo, as águas subterrâneas, o carvão mineral e, também, as estruturas geológicas, as paisagens e o relevo da superfície terrestre.

 

A geodiversidade, tal como a biodiversidade e a diversidade cultural, constitui um valor fundamental do mundo em que vivemos. A geodiversidade é um dos pilares da Natureza, é o suporte físico da biodiversidade. É imprescindível proteger a Natureza,  não apenas porque esse é um imperativo ético, mas também porque é uma condição essencial para o  desenvolvimento sustentável e para uma melhor qualidade de vida.

 

Em meio urbano, a geodiversidade está presente, de modo mais evidente, nos materiais geológicos utilizados na sua construção: na pedra, nas rochas ornamentais e nos fósseis nelas contidos.

 

A poluição visual, provocada - por exemplo - por grafitos e por publicidade selvagem ou excessiva nas fachadas dos edifícios e em monumentos, é uma séria ameaça à geodiversidade em meio urbano.

 

Para além de claramente inestética, a poluição visual transmite um ar desleixado, negligenciado, à cidade que, por sua vez - ao gerar apatia e desinteresse pela boa manutenção dos espaços públicos - propicia a continuação da degradação e dá cobertura a actos vandalismo.

 

 


 

Infelizmente, casos destes são bastante comuns também em Almada e, concretamente, na Rua Capitão Leitão. Eis alguns exemplos:

 

Fósseis de bivalves rudistas visíveis por entre grafitos numa parede almadense.

 

 

Fósseis de rudistas: No foto acima, por entre os grafitos, pode observar-se vários fósseis de conchas de rudistas. Os rudistas são um grupo extinto de bivalves - com um aspecto muito diferente do dos bivalves que conhecemos da actualidade - que existiu desde o Jurássico superior até ao final do Cretácico.

 

Estes são fósseis de bivalves rudistas (Ordem Rudista) do género Caprinula. A estrutura alveolar típica da parede da concha destes rudistas está bem patente nos locais assinalados por 1 e 2 na foto.

 

 


 

E se não houvesse poluição visual? Se não houvesse poluição visual teríamos um ambiente urbano de melhor qualidade e  viver na cidade seria muito mais agradável e menos stressante. Veja-se, a título de exemplo, como a Rua Capitão Leitão poderia ser bem mais aprazível sem estes feios exemplos de desleixo e de degradação dos espaços públicos.

 

Poluição visual e limpeza digital...

 

Nesta parede de um edifício da Rua Capitão Leitão há excelentes exemplares de fósseis de corais. Para os ver e aprender mais sobre eles basta clicar sobre o número assinalado na foto.

 

 


 

Dúvidas?! Pergunta ao paleontólogo! Mesmo depois de  teres lido as explicações no esquema acima e de teres observado os fósseis no local, ainda tens dúvidas sobre fósseis em Almada? Então envia-me as tuas questões (clica aqui!) e eu tentarei esclarecê-las.

 


 

Paleontologia e fósseis na Internet

 

Sebenta da Paleontologia do GeoFCUL - Gastrópodes

Paleontologia no Departamento de Geologia da FCUL

Museu de História Natural da Universidade de Lisboa

Introducción a la Paleontología

Palaeobase. Database of fossils

 


 

Carlos Marques da Silva - Almada, 09 de Junho de 2007